Gerenciar um negócio não é tarefa simples. É preciso estar atento ao ambiente interno e externo, considerar os investidores, clientes, empregados e fornecedores em cada escolha importante. Em razão disso, é necessário ter uma estratégia de gestão 360º.

Com os avanços da tecnologia, os desafios são ainda maiores. Para se ter ideia, de acordo com o IBGE, 6 em cada 10 empresas fecham antes de 5 anos de atividade — uma mortalidade de 60%. Nesse caso, é importante ter um bom sistema ERP para gestão. Afinal, ele permite conectar os setores e criar uma visão realmente holística.

Sabemos da importância do assunto e, por isso, criamos um artigo completo. Com ele, você vai entender o que é gestão 360º, quais os benefícios e por onde começar. Boa leitura!

Afinal, o que é gestão 360º?

É natural que o gerente de vendas foque na aquisição e na manutenção dos clientes, enquanto o profissional de RH de ênfase à formação e à motivação das equipes. Em ambos os casos, há uma visão segmentada e restrita a um setor.

Mas a alta administração, em especial o CEO da empresa, não pode se dar esse luxo. É preciso ter uma visão mais panorâmica e profunda do negócio, uma visão em 360 graus. Sem isso, itens importantes seriam simplesmente negligenciados.

Nesse caso, pode-se dizer que a estratégia de gestão 360º é a busca por uma visão sistêmica, entendendo o todo e suas pequenas partes. É como um radar que indica o que vai bem e o que precisa de ajustes, permitindo uma administração completa.

Nesse modelo de gestão, é crucial saber ligar os pontos, isto é, entender que cada equipe e área estão conectadas. Se a área de vendas tem resultados ruins, por exemplo, o financeiro e o RH poderão ser impactados. Tudo é um único organismo.

Quais os benefícios dessa estratégia?

1. Visão panorâmica

São pequenas falhas que impedem o sucesso do negócio, pontos fracos que devem ser identificados, neutralizados e corrigidos. Infelizmente, isso nem sempre acontece — muitos gestores estão tão focados que deixam de olhar à sua volta.

Ao investir no modelo 360º, o primeiro benefício é a visão panorâmica, ou melhor, a vantagem de enxergar tudo o que acontece na empresa. Assim, é possível identificar e corrigir pontos fracos, bem como potencializar pontos fortes e essenciais ao trabalho.

2. Liderança de equipes de forma efetiva

Toda empresa é formada por pessoas e, sem elas, seria apenas uma entidade abstrata. Nesse sentido, a gestão de equipes é crucial. É preciso ter os profissionais nos lugares certos, com colegas entusiasmados e dispostos a entregar ótimos resultados.

Na liderança, a visão sistêmica permite identificar tudo o que se aproxima ou foge de sintonia, como colegas de trabalho em conflito ou projetos fora do prazo. Desse modo, pode-se agir com acerto e eliminar a raiz do problema, tornando o time mais forte.

3. Antecipação de tendências

Se antecipar ao mercado e aos concorrentes é uma necessidade básica. A organização precisa estar na vanguarda, caso contrário pode deixar de ser competitiva. Agora, com os avanços contínuos e o aumento da concorrência, essa tarefa é cada vez mais difícil.

A gestão 360º permite identificar oportunidades e ameaças existentes no ambiente externo, bem como aproveitá-las para se destacar no mercado. Ao se antecipar, é possível criar estratégias funcionais, fugir do lugar-comum e inovar no que é feito.

4. Monitoramento dos indicadores

Há muitos de indicadores que demonstram o que vai bem e o que vai mal dentro da empresa, como o percentual de lucratividade, absenteísmo dos funcionários e evasão de novos talentos. Ao conhecer esses indicadores, é possível gerenciar melhor.

Uma premissa para a visão sistêmica é conhecer os indicadores da empresa, monitorar pontos críticos e ligados aos seus objetivos genéricos. Desse modo, o gestor pode basear as decisões diárias em números, dados reais e atuais do negócio.

5. Melhoria dos processos

Processo é uma sequência contínua de fatos para chegar a um resultado-chave. Por exemplo, o processo de venda busca convencer o cliente de que o produto da empresa é o melhor. Para atingir o sucesso nos negócios, é crucial ter processos funcionais.

Nesse sentido, o modelo de administração panorâmica ajuda a diagnosticar e a melhorar os processos existentes. Assim, é possível identificar e corrigir gargalos, garantindo que os objetivos desejados sejam alcançados com rapidez, segurança e acerto.

Como iniciar a gestão 360º?

É preciso encontrar formas para ter uma visão holística sobre o negócio, monitorando as diversas áreas, processos e resultados-chave do empreendimento.

Tenha bons indicadores de desempenho

Uma importante estratégia é criar um conjunto de indicadores-chave de desempenho alinhado aos objetivos genéricos. Por exemplo, se o intuito é aumentar a participação no mercado (market share), vale a pena monitorar a evasão de clientes, a efetividade das vendas, o tíquete médio, entre outras informações importantes.

Quanto mais indicadores tiver, mais fácil será diagnosticar o que tem acontecido dentro da empresa e desenvolver uma visão sistêmica. Portanto, invista no assunto.

Adote o modelo de gestão à vista

Outro ponto importante é apostar no modelo de gestão à vista. Significa compartilhar os resultados por meio de painéis de gestão, todos posicionados estrategicamente na empresa. Assim, os resultados-chave podem ser vistos por todos, otimizando a percepção de transparência e garantindo uma visão panorâmica aos funcionários.

Nos painéis de gestão podem estar indicadores, documentos, avisos, relatórios e outros itens que geram uma visão mais holística sobre o que ocorre na empresa.

Invista em um software ERP

Agora, o mais importante é contar com um bom sistema de gestão empresarial. O software ERP ajuda a conectar os vários setores da empresa, compartilhar informações com rapidez e segurança. Logo, todos, do CEO ao estagiário, podem estar conectados.

Além disso, um bom software é uma espécie de espinha dorsal para a implementação de novas tecnologias, como big data ou inteligência artificial. Ela contribui para a transformação digital no ambiente de trabalho, garantindo um negócio competitivo.

Como podemos observar, há uma série de benefícios no modelo de gestão 360º. Você pode antecipar tendências, melhorar a liderança das equipes, aperfeiçoar os processos e ter os indicadores-chave de desempenho sempre em mãos.

Agora, que tal compartilhar nosso artigo em suas redes sociais? Desse modo, seus amigos também podem ficar por dentro do assunto!