Hoje, o software não deve ser adquirido como um “pacote fechado”, com funções básicas que dificilmente podem ser mudadas. Ele deve ser uma plataforma de gestão, isto é, uma solução muito mais personalizada e própria para o seu negócio.

Essa mudança de software fechado para plataforma rende uma série de vantagens à empresa, por exemplo, a melhor distribuição das informações e o aumento do controle. Existem outros impactos, capazes de gerar eficiência e competitividade.

Nós reunimos as principais informações acerca da plataforma de gestão e dicas do seu impacto na sua empresa. Portanto, acompanhe com atenção os próximos tópicos!

Afinal, o que é uma plataforma de gestão?

Plataforma de gestão é um conjunto de sistemas usado para apoiar o processo de gerência das organizações. Ela facilita ou automatiza diversas etapas, como o cadastro dos clientes, registro dos pedidos, operações de faturamento e a própria venda.

Também é chamado de ERP (Enterprise Resource Planning ) — algo como planejamento de recursos empresariais, em português. Isso porque ele facilita o planejamento e alocação dos diversos recursos da firma, garantindo maior qualidade ao que é feito.

Nos últimos anos, a plataforma de gestão tem passado por mudanças significativas. Hoje ela permite a integração de novas tecnologias (como CRM, WMS e Big Data) e pode ser personalizada de acordo com a necessidade de cada negócio.

Como uma plataforma de gestão funciona?

Toda empresa funciona por meio de um conjunto de processos, mesmo que pouco definidos ou até imperceptíveis por seus empregados e líderes. Quando disfuncionais, esses processos tendem a gerar prejuízo e baixa performance à organização.

Pois bem, a plataforma de gestão funciona como uma orquestradora desses processos, permitindo que as áreas executem suas atividades de forma semi ou automática — ou seja, o ERP dá parte dos instrumentos e a direção para que haja fluidez, facilitando o alcance de objetivos genéricos e essenciais ao sucesso do negócio.

Nesse caso, a ferramenta possibilita que cada etapa dos processos de compra, venda ou pagamento funcione de forma ordenada por um sistema especializado, garantindo que resultados mais consistentes sejam conquistados. Assim, toda a empresa pode crescer.

Quais as funções de um software de gestão integrada?

São muitas as funções, afinal, o software de gestão integrada impacta toda a empresa e melhora uma ampla gama de processos. Nesse caso, sua aplicação vai da compra de materiais até a contabilidade, passando pelas diversas áreas e atividades da firma.

Algumas das principais funções estão ligadas ao processo de venda — tão essencial à existência e saúde da empresa. O ERP possibilita o cadastramento de produtos, o registro de novos pedidos e a operação de faturamento. Sendo assim, garante que a venda ocorra com mais agilidade, segurança e comodidade aos clientes finais.

As operações também são beneficiadas. É possível controlar a separação de cargas, o embarque de caminhões e a logística do depósito, reduzindo o número de perdas, erros e a ineficiência operacional. Além deles, existem muitos outros benefícios:

  • melhor controle financeiro;

  • gestão do relacionamento com o cliente (CRM);

  • automação da força de vendas;

  • registro dos níveis de estoque;

  • levantamento de indicadores-chave de desempenho.

Especialmente hoje não há muitos limites para as funções de um software de gestão integrada. Ele pode se adaptar às demandas de cada empresa. Uma escola, por exemplo, pode fazer o registro de compra e venda de materiais didáticos. Já na indústria, o aplicativo permite o monitoramento da cadeia de suprimentos e administração de riscos.

Mesmo assim, à medida que a tecnologia evolui, o software abrange novas funcionalidades. Portanto, logo permitirá a automação de um maior número de processos, reduzindo custos às empresas e gerando maior eficiência no que é feito.

Quais os impactos da implantação de um ERP em meu negócio?

Em primeiro lugar, é possível destacar a melhoria dos processos. Como o ERP é um orquestrador do que acontece no expediente de trabalho, nada mais natural do que o amadurecimento dos processos e o alinhamento das equipes e setores da empresa.

A melhor distribuição das informações é outro impacto. As informações necessárias podem ser cascateadas entre profissionais e áreas, garantindo acesso às informações certas. Isso não acontece — ou acontece com deficiência — na ausência de um software adequado.

O aumento do controle também é uma realidade, pois é possível visualizar o desempenho das tarefas por meio de indicadores-chave e promover melhorias consistentes. Ou seja, a empresa pode evoluir de forma direcionada, com foco em objetivos genéricos.

Todos esses fatores não levam apenas ao aumento da receita e do lucro, mas também beneficia a competitividade e eficiência do negócio no mercado. Assim, se torna possível sobreviver por muito mais tempo, construir um negócio saudável e rentável.

O que avaliar para escolher o melhor software de gestão integrada?

Há uma série de itens que devem ser avaliados para escolher um bom software de gestão integrada, da maturidade do próprio sistema até a reputação do seu fornecedor.

Em primeiro lugar é preciso analisar a aderência ao seu negócio, pois muitos softwares ainda são rígidos e podem não se adequar. Ou seja, é possível se adequar a uma indústria de cosméticos, mas não se aplicar a uma indústria agrícola, por exemplo. Portanto, avalie se as funcionalidades adequam-se ao seu negócio e qual o grau de personalização.

A experiência que o software tem no segmento do seu negócio também é muito importante. Para tanto, peça ao fornecedor listas de referências, casos de sucesso e pesquisas que comprovem a eficácia do ERP no segmento. Além disso, vale conversar com pessoas que já utilizam o software, avaliando se estão satisfeitas ou não.

O próprio fornecedor deve ser avaliado, considerando qual a sua reputação no mercado, qual o suporte oferecido e que grau de autoridade demonstra ter no assunto. Ao checar esses fatores, fará uma boa escolha e garantirá a integração de um ótimo ERP.

Como é possível observar, a plataforma de gestão produz uma série de benefícios ao negócio e às equipes de trabalho. Melhora as operações diárias, vendas, automatiza processos, otimiza o controle financeiro empresarial e a distribuição das informações.

Gostou do nosso artigo e está pronto para obter os benefícios da plataforma de gestão? Então, aproveite para encontrar em contato com nossa empresa. Vamos lá!