Você sabe o que é o prontuário eletrônico do paciente? O chamado PEP, nada mais é do que um recurso que permite ao profissional da área da saúde colocar em um sistema as informações relativas ao seu paciente.

Assim, elas podem ser compartilhadas com facilidade entre clínicas, hospitais e demais unidades de saúde. Na prática, esse tipo de prontuário representa uma alternativa moderna aos tradicionais escritos no papel, mantendo suas características fundamentais. Ou seja, reúne os dados de identificação do paciente, bem como os socioeconômicos e as informações do seu histórico de saúde.

Saiba mais a seguir sobre o prontuário eletrônico e entenda como esse recurso pode ser de grande utilidade para sua clínica ou hospital.

Como o prontuário eletrônico funciona

Basicamente, o PEP é um recurso que serve para oferecer agilidade ao profissional da saúde, sem que ele tenha que abrir mão da qualidade de seu trabalho.

Definido pela resolução 1638/2002 do Conselho Federal de Medicina, como sendo o documento único que contém todas as informações possíveis sobre a saúde de um determinado paciente, o PEP armazena os diferentes dados dos pacientes na rede, de maneira a garantir sua privacidade, confidencialidade, segurança e integridade.

Esses dados podem ser informações, sinais e imagens, acessíveis somente mediante senha e a devida autorização para acesso. Em resumo, o PEP funciona como um banco de dados de alta qualidade, destinado ao controle e acompanhamento das informações voltadas à saúde.

Os impactos do PEP na rotina de um serviço de saúde

Para saber como o PEP pode transformar a realidade do seu consultório, clínica ou hospital, confira a seguir as principais vantagens que ele pode oferecer.

Segurança do paciente

O PEP funciona como uma ferramenta de inteligência clínica. Sendo assim, ele pode auxiliar na personalização do atendimento, revelando problemas específicos, como alergias e identificando medicamentos que precisam ser evitados.

Imagine que em uma consulta, o médico tem acesso a informações que dão a ele uma segurança maior para não retroceder em relação a procedimentos que já foram adotados e não surtiram efeito. Isso garante maior efetividade na consulta e evita problemas para o paciente.

Diminuição de erros médicos

Consequentemente, os erros serão reduzidos, pois o próprio PEP será um aliado do profissional. Cada vez que ele tentar prescrever uma substância que provoca um problema no paciente, será impedido pelo sistema. Mesmo que a informação tenha sido registrada anos antes por outro profissional. Isso qualifica a ação do médico.

Aumento de produtividade no atendimento

Com o PEP, as informações sobre o paciente, bem como seus exames ficam centralizados no sistema. Isso reduz o tempo de busca por parte dos profissionais de saúde, fazendo com que o atendimento oferecido seja um diferencial.

Com as informações disponibilizadas na rede, também é possível compartilhá-las com outros profissionais, o que possibilita a realização de diagnósticos a distância e em colaboração. Tudo isso tende a aumentar a produtividade no atendimento ao paciente.

Redução de custos

Pensar na questão financeira é fundamental para qualquer empreendimento, mesmo ele estando na área da saúde. Nesse caso, é preciso procurar soluções que permitam uma maior produtividade, além de manter a taxa de lucro sempre dentro do esperado. Sendo assim, nada mais interessante do que considerar o uso do prontuário eletrônico.

Com ele é possível reduzir desperdícios de diferentes formas, seja com medicamentos erroneamente prescritos, ou mesmo com materiais usados para o trabalho com prontuário tradicional, como o próprio papel, pastas, tinta para impressão, entre outros.

Acesso ao histórico do paciente

Resgatar todo o histórico clínico de um paciente pode ser uma tarefa simples com o PEP. Sem burocracia, isso diminui a incidência de erros na busca por arquivos.

Suponhamos que um paciente está sendo atendido por profissionais que já conhecem o seu passado. Diante de uma crise aguda, as ações podem se tornar mais precisas na solução do problema, aumentando as possibilidades de sucesso da equipe.

Dinamismo na comunicação

Uma das vantagens do sistema é dar dinamismo à comunicação. Com ele, basta o médico visualizar o cadastro do paciente assim que ele é realizado na recepção, para já preparar a consulta, aperfeiçoando o fluxo de trabalho e o atendimento ao paciente.

Facilidade de acesso

Uma das maiores vantagens do uso do prontuário eletrônico é que ele permite a integração com dispositivos móveis.

É nesse ponto que o PEP oferece mais um diferencial ao profissional da saúde: ele pode acessar as informações do paciente via notebook, tablet ou smartphone. Isso porque o sistema se comunica com esses aparelhos e permite um atendimento ágil e eficiente.

Ainda que esteja fora do consultório, o profissional poderá acessar os dados e agir diante de situações de emergência, por exemplo.

Como implementar um prontuário eletrônico

Para que a implementação de um sistema PEP seja feita de forma adequada, é necessário que a unidade interessada se concentre em alguns pontos fundamentais. São eles:

  • avaliar se a solução atende as suas principais necessidades de rotina;
  • avaliar se o sistema pode ser útil em termos de segurança para o paciente;
  • conferir se o PEP está de acordo com a estrutura e o porte da instituição;
  • verificar a certificação do sistema (Sbis e CFM).

Além disso, é importante destacar que a implementação do sistema pode levar tempo para ser finalizada, o que exige de toda a equipe a devida adaptação às mudanças. Isso diz respeito ao planejamento e diálogo entre a gestão, a equipe de TI, entre outros, visando minimizar os problemas de comunicação ao longo do projeto.

Uma dica é contar com colaboradores que sejam tidos como referência no tema para que ofereçam apoio à equipe no processo de transição.

É preciso também contar com uma infraestrutura que atenda aos requisitos mínimos para o bom funcionamento do sistema. Verifique se os computadores, bem como a conexão de rede estão no patamar exigido pela solução adotada. Caso contrário, será necessário atualizar também esses recursos.

Por fim, é importante destacar que, uma vez implementada, a tecnologia do prontuário eletrônico tende a ser um elemento fundamental para um melhor desempenho da equipe nos serviços oferecidos. Valorize esse diferencial para a saúde dos seus pacientes.

Agora que você conhece a importância do prontuário eletrônico, não deixe de visitar a nossa página para conhecer nosso sistema.