É comum ver empresas que oferecem produtos de qualidade, mas que não conseguem se diferenciar no mercado. Ao mesmo tempo, existem companhias que, embora com o sucesso estabelecido, seguem melhorando suas vendas a cada ano. O que falta para uma, que existe na outra?

A resposta talvez seja a estratégia de vendas. Para o empreendedor, é preciso ter atenção a diferentes recursos que podem fazer com que sua atuação no mercado seja aperfeiçoada. Melhores resultados podem surgir quando você desenvolve ações especificamente visando atrair clientes.

Quer algumas dicas? Então, não perca tempo e acompanhe o texto!

1. Mantenha contato constante com sua base de clientes

Aperfeiçoe o seu banco de dados de clientes — ele será uma ferramenta muito útil nesse processo. Pense que cada vez que você realiza uma venda, ultrapassa vários obstáculos e cria a possibilidade de fazer com que o cliente retorne, uma vez que ele já conhece a empresa, suas soluções e a maneira de trabalhar.

É nessa lógica que você pode transformar a sua postura em relação à clientela. Em vez de agir passivamente esperando novas oportunidades de negócio, é possível usar a sua base de dados para começar a criar situações.

Você tem o costume de atualizar seus clientes a respeito de novidades e conteúdos que a empresa oferece? Um simples e-mail informativo pode ser o suficiente para fazer com que as linhas de comunicação se mantenham abertas com essas pessoas.

É por isso que você deve manter seu banco de dados devidamente atualizado. Isso pode representar um recurso para você fazer da sua comunicação um diferencial na fidelização de clientes.

2. Transforme seus clientes em promotores

Clientes promotores são clientes fidelizados que, na prática, atuam como verdadeiros embaixadores da empresa, fazendo indicações e auxiliando a companhia a melhorar seus resultados. Eles são capazes de promover uma marca por meio do chamado “marketing boca a boca”, que é quando falam bem da sua empresa para conhecidos e familiares.

Esse tipo de ajuda não tem preço, principalmente porque o “boca a boca” não traz gasto, ou seja, o investimento em comunicação é zero.

Mas isso depende de um poder de encantamento que nem sempre as empresas têm. Esse tipo de “mágica” tem muito a ver com o bom atendimento e com a postura da companhia em colocar o foco sempre no cliente, não necessariamente em seus interesses comerciais.

É preciso que, na cabeça do consumidor, ele tenha segurança em fazer negócio com uma empresa que vai trazer para ele algo que nenhuma outra é capaz. Boas ações nesse sentido são vistas em companhias como a Apple e a rede de cafés Starbucks, que, ao valorizar a experiência do cliente no atendimento, conseguem conquistar fãs e, consequentemente, defensores de suas marcas.

3. Utilize ferramentas e softwares

A tecnologia pode — e deve — ser usada como um recurso para que você otimize os diferentes processos que fazem parte da rotina da sua empresa. Isso diz respeito também ao atendimento.

Pense da seguinte forma: se você sai de uma situação em que sua equipe consegue atender 50 clientes num determinado período, para outra em que ela precisa dar conta de 100 clientes, por que não contar com a tecnologia para aperfeiçoar as ações e, assim, tornar viável o atendimento a um público maior, sem ter que fazer investimentos contratando funcionários?

É nesse sentido que a tecnologia se apresenta como um diferencial. Um sistema ERP, por exemplo, permite gerenciar pedidos, automatizar o processo de logística, integrar diferentes redes de lojas, além de fazer inúmeros outros procedimentos — sempre de maneira lógica e ágil.

É assim que você pode fazer com que as tarefas diárias se tornem mais eficientes para os seus interesses e seus clientes tenham motivos para retornar sempre. É bom lembrar que, em muitos casos, o tempo de atendimento e venda de uma empresa é determinante para garantir a preferência do consumidor em relação à concorrência.

4. Inove de acordo com a necessidade dos clientes

O dinamismo do mercado costuma ser o grande responsável pelo insucesso comercial das empresas. Isso vale até para aquelas que chegaram ao topo com soluções de extrema qualidade. Já conhece o caso da Kodak? A companhia foi a responsável pela criação da câmera digital, mas não soube se adaptar ao mercado que ela mesma criou.

Parece absurdo, não é? Mas pense que, se aconteceu com uma líder de mercado, também pode acontecer com qualquer outra companhia. A lição que fica é que é preciso se adaptar às exigências e necessidades dos consumidores, pois, afinal de contas, são eles quem farão com que a sua empresa se mantenha relevante. Investir em inovações que facilitem a vida deles é o caminho.

Esteja sempre revendo a viabilidade dos seus produtos e serviços, atualizando suas soluções em função do consumidor. Sem isso, nenhuma ideia tem como se manter útil por muito tempo.

5. Treine sua equipe de vendas

Seja no futebol ou nas vendas, o segredo de um trabalho em equipe eficiente é o mesmo: treino. Quanto mais você treinar, mais entrosamento conseguirá e isso facilitará o trabalho de cada integrante do time.

Não adianta ter acesso às melhores e mais avançadas ferramentas se as pessoas que devem lidar com elas não estão capacitadas. Pense que, se você precisa melhorar a capacidade de seu vendedor em transformar qualquer situação em uma oportunidade para o seu negócio, o caminho é a prática.

Por isso, não deixe de investir nas mais diferentes soluções para a sua equipe — cursos, workshops, palestras e demais alternativas devem fazer parte da sua rotina.

Enfim, para ter sucesso comercial, é preciso pensar em como lidar melhor com os clientes. As dicas aqui apresentadas certamente ajudarão você a ter um desempenho mais satisfatório nesse relacionamento, por isso, não abra mão delas.

Quer ir além e saber como atrair clientes de maneira ainda mais eficaz? Então, baixe o nosso e-book e aprenda a reter e fidelizar clientes.