Afinal, como escolher o melhor sistema para contabilidade?

6 minutos para ler

Há uma série de processos contábeis essenciais à manutenção da empresa e ao controle das movimentações financeiras. Todos eles podem ser conduzidos com mais acerto ao contar com um sistema para contabilidade. Mas por quê?

Primeiro, a tecnologia permite que os processos manuais e burocráticos — como a criação de relatórios — sejam feitos de forma autônoma pelo sistema. Além disso, soma segurança e acerto aos processos, eliminando a ineficiência e os erros recorrentes.

No entanto, é preciso saber como escolher o melhor sistema para contabilidade. Questões como a relação custo-benefício, reputação do fornecedor e modernidade do sistema contam muito. Para saber mais, continue com a leitura do nosso artigo.

Quais os benefícios de um bom sistema para contabilidade?

Bons softwares ajudam a automatizar tarefas mais repetitivas, isto é, permitem que o contador ou profissional da área financeira gaste menos energia com o que é burocrático e mais com estratégias.

Um bom exemplo disso é a criação de relatórios, como o demonstrativo de resultado do exercício. Sistemas de ponta cruzam vários dados e, em segundos, geram relatórios completos e confiáveis. Isso facilita os processos e aumenta a produtividade contábil.

Outra vantagem é a redução do número de erros. Quando os processos são feitos manualmente, por diversos motivos, os profissionais erram e geram relatórios falhos. Isso prejudica as decisões gerenciais e passa uma imagem equivocada dos negócios.

Também é preciso considerar a segurança de dados. A contabilidade guarda informações estratégicas que não podem ser perdidas ou vazadas para a concorrência. Arquivos manuais são inseguros. Já os softwares têm fortes mecanismos de segurança.

Todos esses benefícios resultam em uma força: a competitividade. Ao promover a transição digital da área contábil por meio de um software de ponta, toda a empresa ganha, afinal de contas, torna-se mais ágil, segura e acertada nas suas escolhas.

Como escolher o melhor sistema?

Entendidos os benefícios, é hora de escolher o melhor software — o que não é tarefa simples. É preciso analisar pontos estratégicos, por exemplo, a qualidade do suporte técnico oferecido.

Nos tópicos seguintes, esclarecemos alguns pontos para ajudá-lo na escolha.

Avalie suas necessidades contábeis

A primeira dica é olhar para dentro do setor contábil e avaliar as necessidades existentes, para depois buscar um software capaz de supri-las. De nada adianta adquirir uma tecnologia financeiramente acessível, se ela não supre suas demandas.

Por exemplo, quantas pessoas vão precisar usar o software? Quais tarefas deseja que sejam automatizadas? Quais relatórios deseja gerar com recorrência? A ideia não é se adequar ao software, mas fazer com que ele se adeque às rotinas contábeis.

Nesse caso, é crucial buscar por softwares que possam ser customizados segundo as necessidades do setor. Sistemas antigos funcionam como um “pacote fechado” e não podem ser modelados. Logo, observe suas demandas e busque softwares personalizáveis.

Powered by Rock Convert

Ouça o que outros clientes têm a dizer

O que os atuais usuários desse sistema acham do fornecedor e, mais especificamente, da tecnologia? É interessante conversar com quem já conta com o sistema e descobrir os seus ganhos e frustrações. Dessa forma, poderá decidir com maior segurança.

Se já conhece alguém que usa o sistema, aproveite para conversar com essa pessoa. Outra possibilidade é pedir uma referência ao próprio fornecedor, pois assim poderá enviar um e-mail ou ligar para descobrir se o sistema está sendo aprovado.

Outra possibilidade é buscar os casos de sucesso. Converse com o fornecedor e veja os ganhos dos clientes que usam o sistema em retorno sobre investimento ou produtividade, por exemplo. Assim terá uma pista dos ganhos que também poderá alcançar.

Faça a relação entre custo-benefício

Escolher um software apenas pelo preço é um erro, afinal, ele nem sempre atende às demandas contábeis. Por outro lado, ao escolher só pela qualidade, pode ser que não caiba no orçamento do setor. Logo, o melhor é buscar a relação entre custo-benefício.

Para tanto, avalie duas questões. O preço está atraente, visto o volume de benefícios? O software oferece soluções na média ou acima da concorrência? Se a resposta for sim para os dois casos, significa que o software de contabilidade oferece custo-benefício.

O segredo para avaliar o custo-benefício é pesquisar os diferentes fornecedores. Faça o levantamento de quatro ou cinco orçamentos, depois avalie qual preenche os dois quesitos com mais efetividade. Mas lembre-se: escolher apenas pelo preço é um erro.

Pesquise sobre o suporte oferecido

Ao adquirir um software, você inicia um relacionamento com o seu fornecedor. Uma vez ou outra será preciso tirar dúvidas, atualizar o sistema, resgatar informações que foram apagadas por engano ou coisas parecidas. Logo, é preciso de um ótimo suporte.

Nesse caso, a dica é simples: avalie a qualidade do suporte oferecido. Por exemplo, ele opera nos finais de semana? Até que horário? Você é atendido por uma especialista ou por um chatbot? Quais os canais de relacionamento (telefone, e-mail, chat)?

Não se engane: o suporte é importante. Ele vai socorrê-lo em situações imprevisíveis e garantir que os processos contábeis continuem sendo operados com acerto. Por isso, busque por um suporte completo, com qualidade e agilidade no atendimento.

Quais os benefícios do software Pirâmide 360?

O software Pirâmide 360 atende a todos esses requisitos. Ele é customizado de acordo com as necessidades de cada cliente, ou seja, é possível acrescentar ou eliminar certas funcionalidades. Isso garante que o setor contábil tenha mais recursos nas operações.

Outra grande vantagem está na mobilidade. Ele não precisa ser instalado no servidor da empresa, pois opera em nuvem. Isso significa que pode ser acessado de qualquer dispositivo conectado à internet, como um notebook ou tablet, proporcionando flexibilidade.

Por fim, o Pirâmide 360 é um software moderno e que automatiza as tarefas mais repetitivas. Logo, o contador ou gestor financeiro não precisará gastar tempo criando relatórios e planilhas, o próprio sistema vai gerar indicadores contábeis atuais e acertados.

Como pode observar, escolher o sistema para contabilidade ideal é um processo. É preciso avaliar suas necessidades contábeis, buscar feedbacks dos atuais usuários, balancear os custo-benefício e considerar o suporte oferecido. No fim, encontrará um ótimo sistema e poderá garantir melhores resultados nas rotinas contábeis.

Agora que entende do assunto, aproveite para entrar em contato conosco e conhecer o Pirâmide 360. Ele oferece diversas funções à empresa e ao setor contábil!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This