Cuidar da gestão financeira de qualquer negócio definitivamente não é uma tarefa simples. São diversas as situações que impactam diretamente no caixa da empresa e, portanto, o gestor deve ter o máximo de controle sobre elas. Por isso, a melhor maneira de se organizar é utilizando algumas ferramentas de gestão financeira.

Conheça neste post algumas dessas ferramentas e saiba como utilizá-las para otimizar o seu negócio.

Fluxo de caixa

Fluxo de caixa é toda movimentação financeira de uma empresa, seja de entrada ou saída recursos. Para ter o controle sobre essa importante ferramenta de gestão é preciso acompanhar de perto as operações financeiras, tais como recebimentos, pagamentos, prazos de vencimento, impostos, salário dos funcionários etc.

O ideal é estabelecer um controle do fluxo de caixa por períodos de tempo predeterminados. Desse modo você consegue fazer uma previsão da situação financeira da empresa e avaliar a capacidade de suprir suas necessidades durante esse período. Estar atento ao fluxo de caixa é fundamental para um aproveitamento eficiente dos recursos da empresa.

Auditoria interna

Muitas vezes, a análise do fluxo de caixa pode acabar expondo gastos desnecessários que impactam negativamente nas finanças da empresa. Para descobrir a melhor maneira de reduzir esses custos sem influenciar na eficiência dos negócios e necessário realizar uma auditoria interna.

Além de identificar práticas que podem ser melhoradas a fim de reduzir custos operacionais, uma auditoria interna é importante para manter estrito controle sobre o patrimônio da empresa. Para isso, deverão ser analisados todos os documentos contábeis, livros e registros para manter todas as informações importantes organizadas.

Use indicadores como ferramentas de gestão financeira

Para descobrir se as metas estabelecidas por sua empresa estão sendo cumpridas, o ideal é trabalhar com alguns indicadores financeiros. Os principais deles são os de rentabilidade, liquidez, atividade e de estrutura de capital.

O indicador de rentabilidade indica o lucro das vendas depois que as despesas forem pagas. Esse cálculo é feito dividindo o montante absoluto obtido com as vendas pelo resultado operacional que é somas das despesas associadas à produção. O indicador de liquidez foca no curto prazo, tratando do que a empresa tem a receber e a pagar nesse período.

O indicador de liquidez ajuda a verificar a mobilidade do dinheiro em caixa de empresa, ou seja, quanto tempo os recursos que entrar levam para ser utilizados para cobrir despesas. Já o indicador de estrutura de capital apura a diferença entre o capital da empresa e suas dívidas.

ERP-Piramide-Procenge
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Tecnologia

Com os avanços proporcionados pela internet e a tecnologia em geral, é fundamental que toda empresa saiba implementar softwares e outras ferramentas que auxiliem no seu processo de gestão. Nos dias de hoje, isso pode ser feito até mesmo pelo celular.

Existem sistemas específicos para alinhar a gestão aos processos da empresa, de forma que o sistema como um todo funcione de forma mais integrada. Busque por programas que atendam as necessidades específicas de sua empresa e faça um planejamento para implementação eficaz.

Essas e outras ferramentas de gestão financeira podem ser implementadas até mesmo de forma gratuita, trazendo muitos benefícios para sua empresa!

Quer mais dicas? Então acesse nossos perfis no Facebook, Twitter, YouTube e LinkedIn!