Fazer com que os funcionários tenham um desempenho melhor a cada dia é, sem dúvida, um dos grandes desafios dos empreendedores. Afinal, nesta era digital, manter os empregados concentrados nas ações é mesmo uma tarefa bem complicada. Ainda assim, há diversas formas de aumentar a produtividade no trabalho.

É muito importante que o gestor faça uma análise das alternativas para os colaboradores terem um melhor rendimento. Dependendo da cultura organizacional e do perfil dos funcionários, uma ação voltada para desenvolver a performance, por exemplo, pode atrapalhar o andamento dos serviços.

Por isso, neste post vamos destacar 8 iniciativas que contribuem para a produtividade dos empregados. Interessado? Então, continue lendo e confira!

1. Adote o home office

Algumas organizações já estão incentivando parte dos funcionários a trabalhar em casa. E, com o avanço tecnológico e o trânsito cada vez mais problemático, essa tendência ganha força em diversas regiões do mundo.

De acordo com estudo da Universidade de Stanford (EUA), o desempenho dos colaboradores aumenta 12% quando trabalham na própria residência. Contudo, apesar desses resultados, ainda é necessário ter cautela para adotar essa medida.

A recomendação é fazer um teste com alguns funcionários, para verificar a viabilidade da iniciativa. Além disso, é importante analisar quais empregados podem trabalhar no esquema home office. Assim, as chances de ter bons resultados serão bem maiores.

2. Estabeleça orientações para o uso das redes sociais e do celular

É inegável que as redes sociais e os smartphones são instrumentos valiosos para as pessoas se manterem bem informadas. Pelo celular, o funcionário pode verificar e-mails e até conferir as atividades profissionais do dia, por exemplo.

No entanto, o excesso de liberdade para visualizar novidades publicadas no Facebook, por exemplo, pode representar um grande perigo para a produtividade. Então, para evitar esse problema, a recomendação orientar os colaboradores sobre o uso moderado ou estabelecer horários de acesso às mídias sociais na empresa.

Segundo pesquisa da Universidade de Kansas (EUA), uma organização pode liberar o uso das redes sociais no smartphone por, no máximo, 20 minutos durante a jornada do trabalho. O estudo aponta que, dessa forma, os funcionários ficam mais motivados e engajados — o que é bastante positivo para uma instituição.

3. Mostre a importância do descanso para a produtividade no trabalho

Grande parte das organizações sabe que os funcionários devem ter equilíbrio entre as atividades do trabalho e as de cunho pessoal. Afinal, ficar o tempo todo de frente para o computador pode provocar cansaço, perda da concentração e até problemas de saúde.

Então, com o objetivo de melhorar a performance, os empregados devem ser conscientizados de que é possível fazer pequenos intervalos para cada hora de trabalho. Aqui, a recomendação é que o funcionário tenha liberdade para definir os momentos de descanso, conforme sua dinâmica de atividades.

Sem dúvida, um colaborador mais relaxado e tranquilo terá muito mais condições de produzir mais e contribuir para o crescimento da organização.

4. Tenha planejamento para as reuniões

As reuniões são famosas por serem inimigas da produtividade. De fato, é muito ruim planejar uma reunião em que os participantes não chegam a um consenso. Além de tempo perdido, isso mostra falta de organização e de liderança.

E, sem um direcionamento adequado, os funcionários, dificilmente, terão um desempenho dentro das expectativas.

Para evitar isso, definir bem a pauta, convidar apenas quem vai contribuir para o evento e estabelecer um tempo máximo de duas horas de duração são excelentes iniciativas para o encontro ter bons resultados.

5. Mostre os benefícios da boa alimentação e do sono

As empresas não devem abrir mão de priorizar a saúde dos empregados. Isso porque, para tornar os colaboradores mais produtivos, é essencial promover campanhas educativas com foco na boa alimentação e hábitos saudáveis.

Além disso, é bom destacar a importância do sono para a qualidade de vida do empregado. Afinal, com certeza, o colaborador produzirá muito menos se não tiver descansado o suficiente em casa.

Outra consequência negativa do sono ruim é que o funcionário fica mais nervoso e propenso a erros. Por tudo isso, lembre-se: ter a mente relaxada e o corpo descansado são vitais para um bom desempenho.

6. Capacite os funcionários a utilizar um bom software de gestão

Fazer com que os empregados ainda utilizem uma planilha do Excel para controlar o estoque, o volume de vendas, as receitas e as despesas é um erro gravíssimo. Atualmente, muitas organizações estão utilizando o sistema ERP, que gerencia dados de vários departamentos e diminui o tempo gasto em cada processo.

Com dados corretos e atualizados em tempo real, os funcionários poderão contribuir com ideias para melhorar a gestão e a performance organizacional. Além disso, os erros serão minimizados, permitindo uma eficiência maior dos serviços e um aumento no índice de satisfação dos clientes.

7. Aponte boas alternativas para organizar o trabalho dos funcionários

Por fim, procure dar boas dicas para os colaboradores serem mais organizados. Os que mantêm o foco, sabendo o que devem fazer no dia a dia, sempre apresentam mais condições de cumprir as metas estabelecidas pela empresa, e que ajudam a expandir o faturamento.

Mas, então, que sugestões uma empresa pode dar para os funcionários trabalharem de forma mais organizada? As respostas para essa pergunta estão abaixo:

  • pedir para os empregados listarem as atividades do dia — o que pode ser feito em uma folha de papel, planilhas eletrônicas ou aplicativos;
  • citar as atividades que devem ser priorizadas, ou seja, que devem ser finalizadas em curto prazo;
  • elaborar um passo a passo dos trabalhos executados — assim, o empregado fixará melhor suas tarefas, e perderá menos tempo ao fazê-las novamente;
  • montar um plano de desenvolvimento individual para aperfeiçoar as competências técnicas e pessoais;
  • acompanhar o cumprimento das metas durante um determinado período — mês, semestre e ano, por exemplo.

Enfim, sabemos que os clientes e a concorrência cada vez mais acirrada exigem que uma organização priorize a melhoria contínua.

Nesse sentido, além do investimento em tecnologia, é essencial que os recursos humanos sejam devidamente aproveitados — o que reforça, como vimos, a necessidade de aumentar a produtividade no trabalho.

E então, gostou destas dicas? Se este post ffoi útil para você , não deixe compartilhá-lo nas suas redes sociais!