Gerir a sua empresa de maneira eficiente requer o conhecimento e aplicação de diferentes ferramentas financeiras. Nesse contexto entra a demonstração de fluxo de caixa e a importância fundamental que ela possui para a saúde de suas finanças.

Neste post, você vai entender o que é a demonstração de fluxo de caixa, como ela deverá ser feita, quais as suas finalidades e quais as vantagens que ela poderá trazer para a sua organização. Confira:

O que é a demonstração do fluxo de caixa

A demonstração do fluxo de caixa é uma ferramenta financeira e gerencial que permite, além da organização de suas finanças, a obtenção de valiosos dados para o processo de tomada de decisões gerenciais. Em sua elaboração, deverão ser levados em conta os valores de caixa e equivalentes.

Os equivalentes de caixa são aqueles valores disponíveis em contas-correntes e aplicações em curto prazo. Além do dinheiro propriamente dito, esses valores são levados em consideração porque podem ser facilmente convertidos em dinheiro em caso de necessidade. Um cuidado essencial nesse momento é separar as suas finanças das finanças da empresa, já que essa confusão patrimonial pode confundir a boa gestão do capital da sua empresa.

Ainda na composição do fluxo de caixa, dois importantes elementos são as entradas e saídas. As entradas, em sua maioria, estão relacionadas aos recebimentos de clientes, e as saídas são os pagamentos feitos em sua empresa, como aqueles relativos à compra de mercadorias, pagamento de contas diversas, impostos e outros valores que fazem parte de sua rotina.

Elaborando o fluxo de caixa

A elaboração de um fluxo de caixa eficiente começa com o uso de um bom software de gestão integrada. Essa solução inteligente e diferenciada permite a integração das informações de diferentes departamentos e o preenchimento mais fácil, rápido e objetivo da sua demonstração do fluxo de caixa.

Após separar uma data de corte para o início de suas operações, é preciso começar a registrar toda a movimentação financeira de sua empresa. Após a inserção dos saldos iniciais de seu caixa e equivalentes e o devido reconhecimento de todas as entradas e saídas, será possível apurar o fluxo de caixa, ou ainda o valor das disponibilidades de sua empresa em um determinando período de tempo.

Cuidados na elaboração da demonstração de fluxo de caixa

Além de contar com o uso de soluções integradas e que otimizem suas tarefas, fique de olho na atualização diária do seu fluxo de caixa. A inserção e o controle periódico de todas as transações são essenciais para que você conheça a real situação da sua empresa. Somente uma demonstração do fluxo de caixa atualizada permite saber se a empresa possui recursos sobrando ou se há necessidade de captação de recursos de terceiros.

Implemente na rotina de sua empresa a conferência de todos os extratos, dinheiro no caixa, relatórios de cobrança e de recebimentos e faça o cruzamento deles com o seu saldo de fluxo de caixa, conferindo se os saldos estão de acordo.

Outro cuidado essencial é o registro detalhado de toda a movimentação financeira. Os históricos devem ser os mais completos possíveis, já que esta informação poderá ser utilizada quando houver alguma dúvida ou questionamento em relação a sua movimentação financeira. Também deverão ser registrados todos os valores que passarem por sua movimentação financeira, pois o objetivo é reconhecer exatamente quais foram as modificações em seu caixa.

Vantagens da utilização da demonstração do fluxo de caixa

A demonstração do fluxo de caixa possui diversas vantagens em sua utilização. A inicial e mais visível delas é a organização financeira, já que essa demonstração, se bem implementada e atualizada, permite conhecer como andam as suas finanças de forma diária. Esse conhecimento atualizado possibilita que se saiba, por exemplo, se existem clientes inadimplentes e permite que sejam tomadas as providências necessárias para o recebimento.

ERP-Piramide-Procenge
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Ainda pensando na parte financeira, é possível evitar multas, juros e outros problemas que podem surgir no caso de atraso de pagamento de seus fornecedores, o que será evitado com a conferência diária de seus títulos a pagar. Pensando do ponto de vista gerencial, o seu fluxo de caixa pode ser categorizado, ou seja, tanto os seus gastos quanto receitas podem ser agrupados por categoria.

A criação de categorias permite conhecer, no caso dos gastos, aonde está indo o dinheiro de sua empresa, quais gastos aumentaram ou diminuíram e, se necessário, quais podem ser cortados, diminuídos ou substituídos. No caso das receitas, é possível conhecer quais são os produtos ou serviços mais vendidos e quem são os seus principais clientes, entre outros dados.

Com base tanto em suas entradas quanto nas saídas, você poderá criar promoções especiais, saber quais são suas épocas de menores e maiores vendas e criar reservas e estratégias para tempos difíceis. Esses dados também podem ser utilizados na projeção do fluxo de caixa, que é uma visão antecipada do futuro e de como sua empresa estará em relação aos recursos financeiros em um período projetado.

Gerenciamento dos estoques

Para uma boa gestão do seu fluxo de caixa, é preciso também gerenciar os estoques, pois eles têm um papel fundamental para a boa saúde financeira das empresas. Nas organizações em que o estoque fica parado por muito tempo, pode haver falta de recursos e até mesmo perdas com as mercadorias paradas. Já naquelas em que faltam mercadorias para comercialização, pode haver a perda de clientes e, consequentemente, de dinheiro na empresa.

Assim, conhecer o seu ciclo operacional, ou seja, quanto tempo você leva entre a compra das mercadorias, sua comercialização ou utilização na prestação de serviços e o recebimento por essas vendas é essencial. Procure manter um equilíbrio entre quantidades mínimas e máximas e, com o fluxo de caixa atualizado, procure também equilibrar a relação entre os seus prazos de recebimentos e pagamentos de títulos, o que é essencial para que você tenha disponibilidade de recursos.

Neste post, você aprendeu o que é a demonstração de fluxo de caixa, quais seus principais elementos e quais os cuidados necessários na sua elaboração. Você também compreendeu suas vantagens tanto do ponto de vista financeiro quanto gerencial e que ficar de olho nos seus estoques é primordial para a saúde financeira de sua organização. Que tal compartilhar este post nas redes sociais e ajudar outros empreendedores na boa gestão de suas empresas?