Um sistema Low Code é uma plataforma de desenvolvimento com baixa programação (do inglês “Low Code Development Plataform). Na prática, eles permitem que outros sistemas ou aplicativos sejam criados a partir de uma programação básica, previamente definida.

O principal objetivo dessa ferramenta é tornar a criação facilitada pelo usuário, bem como o desenvolvimento e a atualização de apps corporativos. Quer saber mais sobre os sistemas Low Code e entender como podem ser útil para você? Então confira o texto a seguir.

Low Code e No Code: saiba diferenciar

Plataformas Low Code e No Code têm em comum o fato de permitirem que pessoas com pouco ou nenhum conhecimento a respeito de desenvolvimento de software tenham como programar. São sistemas projetados para simplificar. Entretanto, os termos não são sinônimos.

Enquanto o Low Code diz respeito a plataformas e soluções modulares voltadas para pessoas com perfil técnico, que pretendem programar o mínimo ao desenvolver um aplicativo, o No Code é um conjunto de ferramentas visuais ainda mais simplificadas, sendo mais interessante para pessoas que não têm conhecimento de codificação e programação.

Enquanto as plataformas Low Code permitem a aceleração no processo de desenvolvimento de um software, por meio do trabalho com bases prontas, as No Code se concentram mais em funcionalidades para que o desenvolvedor atue de maneira intuitiva, criando a partir do zero.

Como funcionam os sistemas Low Code

O desenvolvedor usa uma quantidade mínima de códigos. Para tanto, a plataforma Low Code apresenta uma interface visual simplificada, baseada em módulos.

Esses módulos podem ser utilizados pelo criador de acordo com suas necessidades, em um processo em que existe a troca da parte técnica pela automação. Dessa forma, é possível trabalhar com protótipos com rapidez e baixo custo, ainda que o usuário não tenha perfil técnico avançado.

Na plataforma, a criação de um software começa com o uso de um editor intuitivo, onde as funcionalidades são acessíveis via blocos previamente desenvolvidos. Consequentemente, mesmo sem conhecer linhas de código, o analista pode criar aplicações para otimizar suas atividades e criar soluções.

Impactos do Low Code para os negócios

Já é possível conferir a disponibilidade de soluções presentes no mercado com recursos dos sistemas Low Code. A tendência é que, com o tempo, esse tipo ferramenta se torne cada vez mais presente no universo corporativo, representando um avanço em termos de simplificação de processos. Conheça alguns dos impactos que já foram percebidos.

Facilidade de compreensão

O recurso drag and drop, ou arrasta e solta, para configurar os aplicativos, não exige muito da parte de quem o utiliza. É justamente na capacidade de ser intuitivo que o modelo apresenta seu maior diferencial em relação à programação tradicional. Se antes era preciso dominar a linguagem de códigos para criar, com o Low Code, essa exigência se reduz e cria oportunidades para uma série de situações.

Criação de produtos adaptáveis

Um diferencial dos sistemas Low Code é justamente permitir a customização e adaptação de projetos em função dos interesses e desejos do consumidor final.

Powered by Rock Convert

Com o Low Code, em vez de alterar códigos, algo que pode levar tempo e exige conhecimentos específicos, você pode simplesmente adaptar soluções no editor, substituindo peças, uma vez que se trata de uma ferramenta modular.

Acessibilidade do desenvolvimento de softwares

A facilidade de entendimento do Low Code gera benefícios como a participação da equipe na construção dos softwares.

Pense em ter um funcionário sem o menor conhecimento a respeito de programação, dando feedbacks precisos a respeito de procedimentos e recursos aos desenvolvedores. Parece absurdo, não? Mas com a simplicidade das plataformas Low Code isso pode acontecer. Consequentemente, você pode contar com insights importantes para melhorar os recursos disponibilizados pela empresa.

Escalabilidade

É importante pensar na capacidade que as ferramentas têm de se adaptar às diferentes realidades das empresas. Uma companhia que hoje atua em um mercado mais restrito, certamente pode crescer e atingir um público maior. Nesse sentido, o termo escalabilidade ganha maior importância.

Também em relação a isso, o Low Code se mostra interessante, uma vez que pode ser dimensionado para empresas de pequeno, médio e grande porte. Isso garante que o investimento nesse tipo de tecnologia não se concentre apenas no curto prazo.

Facilidade para fazer testes

Novamente, considere o desenvolvimento de software via modo tradicional. Como esse processo envolve o trabalho com códigos e testes, para garantir que um aplicativo esteja realmente pronto, é preciso passar por uma série de análises que levam tempo e consomem muita energia dos profissionais.

Já com os sistemas Low Code, o processo é simplificado, o que faz com que a etapa de testes fique menos complexa, sem que isso seja um problema na busca pela estabilidade do aplicativo.

Poder de engajamento

Como o sistema é feito para ter seu uso facilitado, a tendência é que sua aceitação seja consideravelmente maior entre os usuários. O Low Code permite que a programação não se restrinja a quem tem conhecimento técnico avançado, de tal maneira que se apresenta como uma solução para que as empresas estejam sempre melhorando seus processos.

Menor risco

Ao decidir pelo uso de uma plataforma Low Code, é uma questão de dias para que uma equipe de projetos seja montada e as ações desenvolvidas. Consequentemente, por se tratar de um processo simplificado, a incidência de erros tende a ser menor e, mesmo quando eles acontecerem, sua resolução tende a ser menos complexa do que com o método tradicional.

Como implementar o Low Code na empresa

O desenvolvimento em um sistema Low Code começa com o levantamento de requerimentos. Em seguida, é feito o desenho visual das telas e interfaces do aplicativo, com o uso dos blocos de programação previamente desenvolvidos. Posteriormente, basta fazer os testes em função das necessidades do público para saber se são necessários ajustes. Tudo isso de maneira bem mais simples do que com o método tradicional.

Enfim, o Low Code é uma solução que pode fazer a diferença em termos de agilidade e simplicidade para as empresas. É um caminho válido para que a programação seja repensada dentro das companhias.

Gostou de saber sobre sistemas Low Code? Então conheça nosso trabalho nas redes sociais para descobrir mais. Confira nossas páginas: Facebook, YouTube, Twitter e LinkedIn.